Persona, ICP e público-alvo: veja conceitos

Cada um destes conceitos se refere a um detalhamento específico do perfil de consumo do seu público

Você já deve ter ouvido falar em persona, ICP ou público-alvo. Mas não se engane! Não são apenas palavras diferentes que se referem a uma mesma ideia.

Embora todos esses nomes estejam relacionados com o seu cliente, eles são distintos. Para quem trabalha diretamente com a segmentação do público, como uma agência especializada em SEO, por exemplo, é muito importante conhecer essa segmentação, pois é o que vai direcionar o conteúdo produzido.

Apesar de ambos se referirem à categorização de clientes ideais, eles possuem significados muito diferentes. Você sabe a diferença entre todos esses conceitos?

Continue lendo o texto para saber mais sobre o assunto.

Por que persona, ICP e público-alvo são importantes?

Quanto mais avançados são os estudos em marketing, mais descobertas são feitas em torno do público de uma marca ou de um serviço. Por esse motivo, conhecer seu público se tornou uma estratégia não só necessária, mas fundamental para alcançar o sucesso.

Se você deseja criar um vínculo com o seu cliente, precisa estar por dentro dos seus hábitos de consumo, interesses, faixa de idade, dentre outras características.

Mas não se preocupe, é comum confundir a quais classificações pertencem cada hábito, porque persona, ICP e público-alvo possuem características específicas. Afinal, cada detalhe pode se encaixar perfeitamente nas suas necessidades de compreender o cliente que deseja alcançar.

Além disso, outro fator pode ser prejudicial para o seu negócio: o conteúdo sem segmentação. Os prejuízos de uma comunicação vaga, sem especificação ou sem direcionamento de público, podem ser grandes, pois isso coloca todos os investimentos abaixo.

A seguir, confira um pouco mais sobre a especificação de cada segmentação.

Persona, ICP e público-alvo: veja conceitos

Persona

Pode ser conhecida também como personificação do público-alvo. Com ela, é possível determinar informações sobre o estilo de vida e os hábitos do cliente.

São pessoas fictícias, mas que podem vir acompanhadas até de uma imagem para retratar a sua personalidade.

Definir a persona é uma estratégia bastante utilizada para determinar o tom e a voz da comunicação dos conteúdos. Ela é capaz de revelar partes que não são tão claras, mas que estão escondidas na personalidade das pessoas, como dores, frustrações, hábitos ou estilo de vida.

Um exemplo de persona é: Vanessa, 38 anos, gerente de marketing, gosta de frequentar academia, mora em São Paulo, costuma fazer muitas compras em sites de compra pela internet, usuária frequente de redes sociais, gosta de frequentar bares e restaurantes na cidade.

ICP

Já imaginou o seu cliente dos sonhos? Aquele que seria o alvo ideal para vender seus produtos e serviços? Agora você sabe como chamá-lo, pois o nome desse cliente é ICP, sigla que significa Ideal Customer Profile.

O que a persona e o público-alvo têm de abrangentes, o ICP tem de detalhista. ICP é o cliente dos sonhos, aquele que não só se identifica com a marca ou o serviço, mas se torna fiel e consome recorrentemente. Além disso, também é um embaixador importante, pois é capaz de recomendar o produto, visto que é um consumidor recorrente.

Um exemplo de ICP é: cliente ideal para empresa B2C, profissionais de administração, líderes de área, procurando como inovar no seu negócio.

Persona, ICP e público-alvo: veja conceitos

Público-alvo

Também conhecido como target, o público-alvo é a classificação que tem a definição mais abrangente. Ele se refere a um grupo que pode ser um potencial para se tornar um consumidor do produto da empresa.

Suas características são utilizadas para determinar quem vai ser o público que será impactado pelas campanhas de conteúdo. 

Dessa forma, o foco do público-alvo são os hábitos de consumo e as características que vão complementar essas informações. Por causa disso, a classificação do público-alvo vai depender de categorias como gênero, idade, endereço, escolaridade, dentre outras.

Um exemplo de público-alvo é: homens, cariocas, 30 a 40 anos, casados. Como dissemos aqui, é muito importante conhecer as diferenças entre esses conceitos para direcionar a comunicação da forma correta.

Leave a comment

Your email address will not be published.